IndieVisível,Podcast IndieVisível

Podcast IndieVisível #20 – Spec Ops: The Line

1 dez , 2018  

Senhoras e senhores, bem vindos à Dubai!

Depois de muito tempo apenas prometendo esse episódio, finalmente os indies se reúnem para falar do incrível Spec Ops: The Line. Um jogo aparentemente tão inofensivo, mas com tantos conceitos incrivelmente bem aplicados em todos seus elementos. Depois de tantos anos desde o seu lançamento, o que podemos extrair de Spec Ops? Por que esse jogo ainda é uma peça tão importante pra indústria de jogos? E o mais importante: por que você deveria jogá-lo?

Nessa discussão participam os Indies: Bruno Mosconi, Cícero Liberato e Rafinha Martinelli.

Você pode baixar esse episódio clicando aqui.

O tema de abertura do podcast foi composto pelo grande Linas Janiques.

Curtiu o papo? Diga pra nós qual a sua opinião sobre o tema.

Compartilhe em suas redes:

, , , , , , , , , , , , , ,


One Response

  1. Fabricio Karim dos Santos disse:

    O motivo para o SpecOps ter multiplayer é simples: É para aqueles que acharam a história genérica e largam a campanha no começo. Um prêmio de consolação para justificar o dinheiro gasto com um jogo.

    Me lembro de quando, após ter terminado a trilogia Mass Effect algumas vezes, decidi jogar “Totalmente Renegado”. Já havia terminado totalmente exemplar e agora era a ordem de “chutar o balde”. Era o mais grosso possível com qualquer um que não fosse da minha tripulação. Fui com a mentalidade de que aquela versão da Shepard seque a filosofia “O fim justifica os meios”. Mas no terceiro jogo eu acabei traindo um personagem. Eu apertei aquele gatilho vermelho contra um amigo. Nunca me senti tão mau com um jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute nossos últimos podcasts:

Acompanhem nossa página no Facebook!