IndieVisível,Podcast IndieVisível

Podcast IndieVisível #6 – Entrevista com Amora Bettany #OPodcastÉDelas2018

23 mar , 2018  

Saudações a todas e todos! Tem podcast novinho saindo do forno! E o episódio de hoje é mais do que especial.

Em março de 2017, Domenica Mendes e Rodrigo Basso criaram a campanha #OPodcastÉDelas, visando a participação e visibilidade feminina no mundo dos podcasts. Pela proposta, a podosfera brasileira se une pra publicar, ao longo de todo o mês de março, episódios que incluam mulheres conversando e debatendo sobre os mais diversos temas.

O time do IndieVisível teve a honra de participar da campanha nessa edição de 2018, e de cara a gigantesca oportunidade – e privilégio – de receber a artista e desenvolvedora de jogos Amora Bettany, da Miniboss – estúdio por trás do aclamado jogo Celeste.

Amora falou com a gente sobre seu trabalho, suas inspirações, sua trajetória e muito, muito mais. Dito isso, façam um grande favor a vocês mesmos e escutem esse episódio pra conhecer um tiquinho mais sobre a vida, o trabalho e a importância dessa artista incrível. <3

Aproveitando a deixa: você é mulher, curte joguinhos e tem interesse em papear de boa sobre o assunto? POR FAVOR, fale com o IndieVisível! Estamos absurdamente interessados em mais integrantes.

Na discussão do episódio de hoje estão os Indies: Bruno Mosconi Ruy, Cícero Liberato e Rafinha Martinelli.

 

Você pode baixar esse episódio clicando aqui.

O tema de abertura do podcast foi composto pelo grande Linas Janiques.

Curtiu o papo? Não se esqueça de compartilhar com os amigos e nos dizer o que achou! 😀

Compartilhe em suas redes:

, , , , , , , , , , ,


6 Responses

  1. Nathaly Faria disse:

    Parabéns pelo trabalho de todos os envolvidos no projeto! O Conteúdo está bem completo, clima descontraído com assuntos importantes, adorei!
    Ps: A voz da Amora é linda!

    • Oi, Nathaly! Tudo bem? Nossa, muito obrigado pelo feedback! <3
      Ainda estamos engatinhando nesse mundo dos podcasts, mas é ótimo saber que estamos seguindo o caminho certo. Espero que nossos próximos episódios te agradem tanto quanto esse 🙂

      P.S.: ELA É MUITO MARAVILHOSA EM TUDO NÉ? aaaaaa

  2. Cristiano disse:

    Papo legal, não conhecia a amora nem os jogos dela, mas o podcast me fez pesquisar

    • Opa, Cristiano! Beleza?
      Caraca, fico feliz pra caramba em ler isso! Se puder, dá uma força pro estúdio comprando os jogos e dando um feedback pra equipe! O Celeste – que é o jogo mais citado no cast – é um baita game bacana, vale muito a pena o investimento.

      Abraço

  3. Pétrus Davi disse:

    Fale pessoal do indievisivel, tudo bem com vocês? Esse é meu primeiro comentário no programas de vocês! =)

    Sobre o episódio, é legal ver que na indústria de jogos no brasil tem pessoas bem intencionadas. Geralmente a maioria delas vive em função de prazos, dinheiro e empresas cobrando o impossível e é bom saber que a Amora conseguiu sair de tudo isso e seguir seu próprio caminho, e é claro, ter sucesso nele.

    Foi legal também ver a evolução dela como profissional, principalmente para usar aquilo que ela produz para apoiar a causa do feminismo, que está bem presente hoje em dia e precisa de todos os esforços possíveis para mudar as coisas.

    Contudo, tenho que deixar algumas ressalvas sobre o episódio. Pessoalmente achei que poderiam ter deixado o programa mais curto. A amora deu um show, mas determinados pontos do episódio, poderiam ter sido retirados ou terem sido comentados mais rapidamente. Não fosse as histórias bacanas da Amora, eu provavelmente teria largado o episódio na metade.

    Um outro ponto que percebi que podem melhorar é o audio de alguns dos participantes. A voz de alguns dos participantes ficaram um pouco mais baixas do que deveriam, não sei se foi pela qualidade da captação ou se foi a falta do tratamento na edição. Caso tenha sido pela qualidade dos microfones que vocês usam, porque não experimentam usar o microfone do celular de vocês? Podem se surpreender com a qualidade.

    Outra coisa: Seria legal também colocar o disqus como plataforma de comentários no site de vocês. O sistema de comentários do wordpress é péssimo e se precisarem de uma ajuda para implementar o plugin, apesar de ser fácil, podem me procurar.

    O assunto foi legal, mas o episódio ficou regular, um pouco pela duração e um pouco pela qualidade do audio dos participantes que deixou a desejar. Peço perdão caso tenha sido agressivo em algum ponto e abraços pessoal!

    • Opa, Pétrus! Tudo bem? Muito obrigado pelo comentário. Ter esses feedbacks é bem importante pra nós
      O episódio ficou um pouco mais longo que o normal mesmo, mas não queríamos perder a oportunidade de aproveitar ao máximo a presença da Amora, que tem uma baita trajetória e experiência pra compartilhar com a gente. Nossos casts geralmente duram em torno de 1h, vale escutar os outros episódios mais curtos

      Sobre o áudio: estamos tentando resolver isso o quanto antes, é algo que queremos dar um jeito o quanto antes mesmo :/

      Muito obrigado pela sua participação nessa discussão e o feedback pelo nosso trabalho! Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute nossos últimos podcasts:

Acompanhem nossa página no Facebook!