IndieVisível,Podcast IndieVisível

Podcast IndieVisível #4 – Representação Cultural dos Jogos

2 mar , 2018  

Saudações!

O Pantera Negra vem sendo um grande sucesso ao redor do mundo. E muito se fala sobre o poder da obra devido à sua diversidade cultural. Mas e os jogos? Eles também possuem pluralidade cultural? O que são as representações culturais? Tem algum jogo que faça isso de uma maneira madura?

Nessa discussão participam os Indies: Bruno Mosconi Ruy, Cícero Liberato e Rafinha Martinelli.

 

Você pode baixar esse episódio clicando aqui.

O tema de abertura do podcast foi composto pelo grande Linas Janiques.

Curtiu o papo? Não se esqueça de compartilhar com os amigos e nos dizer o que achou! 😀

Tomem nota de coisas importantes!

– O Museu de Arte Moderna de Nova York já incluiu jogos em suas exibições;

– O artigo sobre nacionalidade representada nos jogos é esse daqui, desenvolvido pelo Leandro Viana;

– Em entrevista, o Yoshinori Ono revelou que o visual da Laura tem um pouco do gosto pessoal dele;

– Saiyuuki World, citado pelo Bruno, é esse jogo aqui. Você pode ver a capa dele aqui pra entender o que como ele deveria ser;

– Se você ainda não conhece o Dandara, compre ele agora mesmo na Steam;

– O Never Alone tem um peso gigantesco em questão de representação cultural. Você pode sobre o jogo clicando aqui, ou adquiri-lo aqui;

Aurion: Legacy of Kori-Odan é outro projeto magnífico que você PRECISA conhecer;

Huni Kuin: Yube Baitana é um projeto fantástico e você precisa muito conhecê-lo;

– O livro que o Cícero não lembrou durante o cast é o “The Greatest Art Form: Video Games and the Evolution of Artistic Expression”, você pode adquiri-lo aqui;

Compartilhe em suas redes:

, , , , , , , , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute nossos últimos podcasts:

Acompanhem nossa página no Facebook!